Categorias
Reflexão

Relações Líquidas: A Fragilidade dos Relacionamentos de Bolso

Relações Líquidas: O que são Relacionamentos de Bolso?

Em nosso mundo de furiosa “individualização”, os relacionamentos são bençãos ambíguas

Isso porque eles oscilam entre o sonho e o pesadelo, e não há como determinar quando um se transforma no outro. 

Nesse sentido, “relacionamento” é o assunto mais quente do momento. 

Hoje, as atenções tendem a se concentrar na satisfação que esperamos obter das relações precisamente porque, de alguma forma, estas não tem sido consideradas satisfatórias. 

Então, quando essa satisfação acontece, o preço disso é considerado inaceitável

Mas, qual o significado de relações líquidas?

Relações Líquidas.

Relações Líquidas

Em nossa época, é normal que as pessoas chamem de amor mais de uma de suas experiências de vida.

Contudo, essas mesmas pessoas jamais garantiriam que o amor vivenciado é o último.

Pelo contrário: há sempre uma certa expectativa de que novas experiências amorosas sejam vividas em breve.

Por isso, o contexto moderno é repleto de relações líquidas, tão voláteis, flexíveis e fluídas quanto a água. Elas começam e terminam de forma tão rápida quanto o desejo dos amantes.

Assim, ao invés de haver mais pessoas atingindo os elevados padrões do amor, esses padrões foram baixados.

Relacionamentos de Bolso.

Amor Líquido: Uma exercitada incapacidade de amar.

Segundo o sociólogo Zygmunt Bauman, o amor moderno é o amor líquido.

Nesse contexto, relações líquidas pode evoluir com facilidade para relações de bolso. A relação de bolso, por sua vez, é bem sucedida quando composta por duas características:

  1. É doce;
  2. Tem curta duração.

Ela é doce porque tem curta duração.

Seus laços são frouxos, para que nenhum dos envolvidos precisem se desdobrar muito para mantê-la saudável.

Se o incômodo for constante, a solução é instantânea: troca-se de relacionamento por outro mais conveniente. Afinal, essa é a maior facilidade embutida nas relações líquidas.

Além disso, um bom relacionamento de bolso deve atender duas condições principais.

A primeira é a sobriedade.

Nesse sentido, paixões à primeira vista são proibidas. Quanto menor o investimento emocional, menor também a insegurança.

Nesse cálculo, quem precisa sair ganhando é você. Sempre.

A segunda condição: mantenha o bolso preparado.

Isso porque você sabe que em pouco tempo a comodidade das relações líquidas será convertida no seu oposto. Por isso, preste atenção em todos os sinais mínimos daquilo que está fora do contratado. Quando encontrar tais indícios, saiba que é hora de seguir adiante.

Mas sempre com o bolso livre.

Leia mais em:

Amor Líquido: 7 Contradições dos Relacionamentos Modernos

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *