Categorias
Significado

O que é Nomofobia? 7 Sintomas Comuns que Merecem Atenção

O que é Nomofobia? Quais os Sintomas? Como Tratar?

Você já sentiu um leve desespero quando a bateria do seu celular acabou e não havia nenhum carregador por perto?

As mudanças causadas pelo avanço da tecnologia criam novas soluções para a vida moderna – mas também criam novos problemas.

Nesse sentido, nomofobia é resultado do desgaste emocional relacionado ao vício em celular.

A seguir, vamos responder 3 questões recorrentes sobre esse tema:

  1. O que é nomofobia?
  2. Quais são os principais sintomas da nomofobia?
  3. Como tratar esse transtorno?

O que é Nomofobia?

O que é Nomofobia?

Em poucas palavras, nomofobia é o transtorno causado pelo uso problemático do smartphone.

Dessa forma, esse transtorno acontece quando o uso do celular deixa de ser saudável, e passa a afetar a saúde mental de um indivíduo.

De fato, o celular é uma ferramenta útil. Através dele temos:

  1. Comunicação instantânea;
  2. Câmera fotográfica para registrar momentos memoráveis;
  3. Anotações importantes a qualquer momento;
  4. Mapas e GPS para encontrar sempre o caminho mais rápido;
  5. Música, comida, locomoção, leitura, acesso à internet…

A lista de utilidades é infinita!

Assim, essa ferramenta está tão presente no nosso dia-a-dia que, em alguns casos, tornar-se dependente dela parece ser inevitável.

Contudo, todo vício é pouco saudável, e o vício em celular pode se transformar num verdadeiro transtorno.

Então, agora que você já sabe o que é nomofobia, veja a seguir quais os seus principais sintomas.

7 Sintomas da Nomofobia.

7 Sintomas da Nomofobia

Pense, por exemplo, na última vez que você saiu de casa, mas esqueceu de levar seu celular: você consegue se lembrar de como você se sentiu nesse dia?

Veja, por exemplo, 10 sintomas da nomofobia que indicam quando o vício em celular passou dos limites:

  1. Extrema ansiedade provocada pelo desespero de ficar offline;
  2. Uso impulsivo e exagerado do celular sem nenhum motivo claro, que atrapalha suas interações sociais;
  3. Sentimento de angústia quando a bateria do smartphone está prestes a acabar;
  4. Manter o aparelho sempre por perto (mesmo ao dormir) e olhar as notificações de forma ansiosa, repetitiva e também desnecessária;
  5. Reações irracionais e extremas em situações de privação do uso do smartphone, como em aeroportos, escolas, hospitais e no trabalho;
  6. Sintomas de estresse, ansiedade e depressão quando não existem novas notificações;
  7. Insônia relacionada ao uso noturno exagerado do celular;

Além disso, a nomofobia reforça a sensação de ansiedade, estresse e depressão em indivíduos com pré-disposição para tais transtornos.

Dessa forma, outros sintomas mais sérios podem ser comuns:

  • Taquicardia e alterações na respiração;
  • Tremores;
  • Agitação;
  • Desorientação;
  • Ataques de pânico;
  • Baixa auto-estima constante.

Mas, o que fazer quando a nomofobia é uma realidade prejudicial?

Como Tratar esse Transtorno?

mulher com celular na mão

Apesar de a nomofobia ser uma preocupação recente, seus perigos são reais e exigem atenção constante.

Nesse sentido, o primeiro passo para combater esse mal é entender o que está em jogo.

Por isso, abordamos o vício em celular em outros 2 artigos completos:

Vício em Celular: 3 Argumentos para Deletar as Redes Sociais Agora!

Como Troquei o Vício em Redes Sociais por Livros? (10 Passos)

Assim, sinta-se convidado à leitura, e até o próximo artigo!

Fonte/Referência:

https://en.wikipedia.org/wiki/Nomophobia

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *