Escrita Terapêutica: 7 Benefícios de Escrever A Mão

Escrita Terapêutica

Caderno e caneta, isso é tudo que a escrita terapêutica precisa para funcionar.

Muitas pessoas tiveram um diário na adolescência.

Por escrever à mão, descarregavam seus dramas e emoções no papel.

O problema é que, conforme o tempo passou, a maioria deixou o hábito de escrever.

A verdade é que escrever num caderno especial ainda é uma terapia.

Com benefícios poderosos, independente da idade.

E é justamente sobre isso que vamos falar nesse artigo.

O que é Escrita Terapêutica?

Primeiro, tenha em mãos um caderno robusto e de qualidade.

Esse caderno vai te acompanhar pelos próximos meses, ou até anos de jornada.

Nele você vai guardar seus pensamentos mais profundos.

Caso ainda não tenha o seu, vale conferir os modelos robustos da loja Cadernos Filosóficos.

Eles fazem os cadernos mais incríveis que eu já vi.

São feitos com materiais de alta qualidade, e com citações no rodapé.

São várias opções de capa, com frases de grandes pensadores.

Já tem o seu caderno? Então chegou a hora de começar de verdade!

A partir de agora, você vai criar o hábito de se comunicar consigo mesmo.

E vai fazer isso através da escrita terapêutica diária.

Por Onde Começar?

Escreva sobre os seus planos, sentimentos, memórias, reflexões. 

Escreva também seus novos aprendizados, lições e sobre o seu futuro.

Anote receitas de culinária: as que deram certo e as que deram errado.

Coloque no papel as tarefas que precisa cumprir no dia.

E escreva os melhores momentos do seu dia, o que deu certo e o que deu errado.

No começo, escrita terapêutica é sobre escrever o que vier na cabeça.

Pode parecer complicado, mas depois que se pega o jeito, é difícil parar.

Quando menos imaginar, você terá os pensamentos organizados de uma forma diferente.

Escrever à Mão, Igual a Um Imperador Romano

Marco Aurélio e a Escrita Terapêutica

Há pouco menos de dois mil anos, Marco Aurélio liderava a linha de frente da guerra contra a Germânia.

Pela manhã, dentro de sua tenda, ele sentava-se com tinta, papiro… e escrevia.

Seus cadernos de anotações guardavam os lembretes da filosofia estóica.

Ele usava a escrita terapêutica para aplicar sua filosofia de vida na prática, literalmente no campo de batalha.

Os minutos que Marco Aurélio passava sozinho, escrevendo pela manhã, não eram apenas relaxantes.

Através dos seus diários, Marco Aurélio manteve os pensamentos organizados, e atingiu a excelência em seus feitos.

Foi assim que, de fato, ele escreveu seu nome na história.

Esse é o ponto: a escrita terapêutica pode te ajudar a organizar os seus pensamentos e ser alguém melhor.

7 Benefícios da Escrita Terapêutica

Escrever os pensamentos no papel possui benefícios comprovados pela ciência.

Fizemos uma lista com os principais estudos científicos da escrita terapêutica.

Essa lista ficará disponível ao final desse artigo

Agora, confira os 7 principais benefícios de escrever à mão.

1. Aumenta a Criatividade

Escrever à mão ajuda sua mente a se expressar fora da sua rotina habitual.

Você vai se esforçar para criar novas observações e conclusões.

Em outras palavras, escrita terapêutica é um exercício da criatividade.

2. Alivia o Estresse e Pensamentos Negativos

Escrever à mão ajuda a “parar os pensamentos”.

Antes de escrever, é preciso olhar a situação e os sentimentos de um novo ponto de vista.

Por isso, a escrita expressiva é uma ótima ferramenta de organização mental.

3. Fortalece a Memória e Melhora o Aprendizado

O ato de escrever é um reforço cognitivo.

Você vai emitir um sinal para o seu cérebro dizendo que o assunto anotado é importante.

Fazer isso é excelente para reter novos aprendizados e transformá-los em memórias de longo prazo.

4. Exercita a Comunicação

A escrita terapêutica vai te ajudar a ter mais clareza na comunicação.

O que dizer? Como dizer? Com que palavras?

Por escrever os pensamentos no papel, você terá a chance de rever sua linha de raciocínio.

Então, poderá fazer ajustes quando for necessário.

Por isso, anotar os pensamentos é um verdadeiro exercício de comunicação.

5. Ajuda a Definir Prioridades

Isso acontece principalmente quando você escreve seus planos no papel.

É comum que, no começo, os planos pareçam confusos.

Mas conforme as anotações acontecem, as ideias se organizam.

É comum que as anotações ajudem a definir prioridades.

6. Elimina Distrações e Aumenta o Foco

Escrever é um hábito exige 100% de atenção.

Por isso, a escrita terapêutica é um exercício de concentração.

Seja por 10, 20 ou 30 minutos, você vai se acostumar a passar esse tempo sem distrações.

O resultado? Aumento do foco.

7. Um Tempo Sozinho

Seja sincero: qual foi a última vez que você passou um tempo sozinho?

O hábito da escrita terapêutica vai te fazer prestar atenção em si mesmo.

Esse tempo sozinho será uma ótima oportunidade para desenvolver o autoconhecimento e o amor-próprio.

Qual é a Sua Experiência Com a Escrita Terapêutica?

Ao final desse artigo queremos saber:

Qual é a sua experiência com a escrita terapêutica?

Como você se sentiu quando começou? Ou o que te impede de começar?

Compartilhe sua história conosco nos comentários!

Leia também:

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.