Categorias
Frases Pensadores

Charles Bukowski: 7 Frases Ácidas de um Bêbado Solitário

Charles Bukowski era alcoólatra, mulherengo, preguiçoso… e em seus piores dias, poeta.

Nesse sentido, sua trajetória pessoal é o símbolo do “sonho americano”, ideal que a maior parte de nós persegue de forma cega. Mesmo assim, Bukowski era um fracassado.

Escrevi esse artigo porque você precisa saber quem foi Charles Bukowski.

Mas antes de te contar essa história incrível, quero compartilhar contigo a mais famosa poesia de Charles Bukowski.

Charles Bukowski: O Pássaro Azul

O Pássaro Azul.

Há um pássaro azul em meu peito
que quer sair
mas sou duro demais com ele,
eu digo, fique aí, não deixarei que ninguém o veja.
há um pássaro azul em meu peito que
quer sair
mas eu despejo uísque sobre ele e inalo
fumaça de cigarro
e as putas e os atendentes dos bares
e das mercearias
nunca saberão que
ele está
lá dentro.


(…) há um pássaro azul em meu peito que
quer sair
mas sou bastante esperto, deixo que ele saia
somente em algumas noites
quando todos estão dormindo.
eu digo: sei que você está aí,
então não fique triste.
depois, o coloco de volta em seu lugar,
mas ele ainda canta um pouquinho
lá dentro, não deixo que morra
completamente
e nós dormimos juntos
assim
como nosso pacto secreto
e isto é bom o suficiente para
fazer um homem
chorar,
mas eu não choro,
e você?

Quem foi Charles Bukoski?

Quem foi Charles Bukowski?

Charles Bukowski está nas primeiras posições dentre meus autores favoritos.

Isso porque seu estilo ácido diz verdades doloridas que se encaixam em minha vida. Mesmo assim, nunca imaginei que sua trajetória de vida fosse tão poética quanto sua obra literária.

Nesse sentido, conheci sua história de forma acidental logo no primeiro capítulo de outra leitura incrível: A Sutil Arte de Ligar o F*da-se.

Bukowski tentou ser escritor por décadas; mas por décadas teve seu trabalho rejeitado.

Seu trabalho era horrível, diziam. Bruto. Repugnante. Obsceno. Então, o peso do fracasso afundou Charles Bukowski na depressão e no alcoolismo.

Ele trabalhava nos correios, tinha pouco dinheiro, e gastava quase tudo com prostitutas, cigarro e bebidas. Por fim, o pouco que sobrava apostava em corridas de cavalos.

Três décadas se passaram até que, aos 50 anos, o então editor chefe de uma pequena editora independente desenvolveu um estranho interesse por ele, e fez uma oferta.

Então, Bukowski respondeu: “Eu tenho duas opções: ficar nos correios e enlouquecer… ou dar uma de escritor e morrer de fome. Decidi morrer de fome”.

Charles Bukowski, Um Bêbado que Abraçou o Fracasso.

Um bêbado que abraçou o fracasso.

O primeiro romance publicado de Charles Bukowski se chama Cartas na Rua. A dedicatória foi “a ninguém”. Desde então, suas obras venderam mais de dois milhões de exemplares.

Assim, a história de Bukowski é um roteiro pronto para um filme de Hollywood. Alguém que jamais desistiu, acreditou em si mesmo, e alcançou o sucesso.

Contudo, Charles Bukowski sabia que era um fracassado.

Ainda assim, ele nunca tentou ser quem não era, e escrevia honestamente sobre isso. Mesmo após o sucesso, continuou a ser alcoólatra, mulherengo e preguiçoso.

Poema nos meus 43 anos

terminar sozinho
no túmulo de um quarto
sem cigarros
nem bebida—
careca como uma lâmpada,
barrigudo,
grisalho,
e feliz por ter um quarto.
…de manhã

eles estão lá fora
ganhando dinheiro:
juízes, carpinteiros,
encanadores , médicos,
jornaleiros, guardas,
barbeiros, lavadores de carro,
dentistas, floristas,
garçonetes, cozinheiros,
motoristas de táxi…
e você se vira
para o lado pra pegar o sol
nas costas e não
direto nos olhos.

Bukowski nunca tentou ser quem não era. Afinal, seu sucesso veio da sua completa honestidade consigo mesmo.

Nesse sentido, essa é a verdadeira origem do seu sucesso: sentir-se confortável com o fracasso.

7 Frases Ácidas de um Bêbado Solitário.

7 Frases Ácidas de Charles Bukowski.

Agora que você já conhece um pouco da sua história, quero compartilhar com você as melhores poesias, trechos e frases de Charles Bukowski.

  1. Por mínimo que seja o que um homem possua, sempre descobre que pode contentar-se ainda com menos.
  2. Não, eu não odeio as pessoas. Só prefiro quando elas não estão por perto.
  3. É este o problema com a bebida, pensei, enquanto me servia dum copo. Se acontece algo de mau, bebe-se para esquecer; se acontece algo de bom,bebe-se para celebrar, e se nada acontece, bebe-se para que aconteça qualquer coisa.
  4. Me sinto bem em não participar de nada. Me alegra não estar apaixonado e não estar de bem com o mundo. Gosto de me sentir estranho a tudo…
  5. Se você vai tentar, vá até o fim, caso contrário, nem comece.
  6. Gostava mais quando conseguia imaginar grandeza nos outros, mesmo que nem sempre houvesse.
  7. Posso viver sem a grande maioria das pessoas. Elas não me completam, me esvaziam.

7 Livros de Charles Bukowski.

Livros de Charles Bukowski.

Por fim, fiz uma lista com 7 livros de Charles Bukoski para você se aprofundar na sua literatura ácida.

  1. Você fica tão sozinho às vezes que até faz sentido.
  2. Misto Quente.
  3. Mulheres.
  4. Factótum.
  5. O capitão saiu para o almoço e os marinheiros tomaram conta do navio.
  6. O Amor é um Cão dos Diabos.
  7. Queimando-se na Água, Afogando-se na Chama.

Participamos do Programa de Associados da Amazon, um serviço de intermediação entre a Amazon e os clientes, que remunera a inclusão de links para o site da Amazon e os sites afiliados.”

Leia também:

Clóvis, Cortella e Karnal : 7 Livros de Filosofia para Iniciantes.

22 Frases de Nietzche Doloridas, Porém Necessárias.

3 Ideias da “Modernidade Líquida” que Explicam sua Vida Medíocre.

3 comentários a “Charles Bukowski: 7 Frases Ácidas de um Bêbado Solitário”

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *